PIR significa poliuretano de poliisocianurato. Se não sabe o que isso é, deixe-nos explicar que se trata de um material isolante com uma capacidade superior ao tradicional poliuretano (PUR), porque combina os componentes poliiol e isocianurato numa proporção aproximada de 100:150, em vez dos 100:100 do PUR. Os testes provam-no.
Para medir a capacidade isolante de um produto, utiliza-se a condutividade térmica, representada pela letra grega lambda λ (W/mK), ou seja, a quantidade de calor que pode atravessar o material. Quanto maior for esse valor λ, pior serão as suas capacidades isolantes. Logo, o que nos interessa são isolamentos em que o valor do λ seja o mais baixo possível.
Entre os materiais isolantes existentes no mercado, os valores de condutividade podem variar entre os 0.032 W/mk, como é o caso do sistema Tectum®-First, e os 0.038 W/mK, nos isolamentos de fibras e lãs minerais.
Ora, a maior eficiência da primeira solução deve-se à utilização de painéis exclusivos Clima First com isolamento constituídos por… PIR. A estrutura de células fechadas deste material, que permite uma maior capacidade isolante, tem uma condutividade térmica excelente de apenas λ = 0.022 W/mK. E porque possui uma menor condutividade térmica, permite utilizar menores espessuras de isolamento para conseguir a transmissão térmica determinada pelas normas, com uma envolvente de menor espessura que ocupa menos espaço na cobertura.

O PIR é frequentemente utilizado em sistemas de cobertura plana, sendo a impermeabilização instalada por cima, através de fixações adequadas e colagem das membranas correspondentes. No entanto, o seu uso também é bastante adequado para coberturas inclinadas, em combinação com a barreira pára-vapor, para estanquidade inferior; filme impermeável à água, ao vento e transpirável ao vapor, na face superior; e cobertura de telhas. Esta combinação permite obter as mais exigentes prestações exigidas pelos organismos de certificação energética e pelas normas da edificação.
É sobretudo importante que todos esses produtos façam parte de um sistema de telhado ensaiado, com um suporte técnico adequado e com as respetivas garantias.

Partilhar

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Leave a Reply